04

Psicologia

A psicologia clínica é uma especialidade que avalia, diagnostica e intervém nas questões de foro mentais/emocionais, tão comuns na sociedade atual, através da construção de uma relação terapêutica, estritamente confidencial, assente na compreensão, análise e transformação do mau estar, sofrimento ou sintomas que tantas vezes condicionam e limitam a vida pessoal, relacional, social e profissional do ser humano.

 

Por detrás de sintomas como tristeza constante, sentimento de vazio, ansiedade generalizada, situações de evitamento ou pânico, pensamentos negativos repetitivos, medos persistentes, comportamentos compulsivos, insónias persistentes, dificuldade em construir relações ou em socializar, etc., encontra-se muitas vezes um sofrimento silencioso que não é compreendido, verbalizado, pensado ou mentalizado. 

 

Perante um pedido de Avaliação Psicológica realiza-se um diagnóstico que inclui a análise de questões relacionadas com a estrutura da personalidade, o funcionamento mental, a forma de encarar e gerir os sentimentos, assim como a forma da pessoa se relacionar consigo própria e com os que a rodeiam. A avaliação psicológica pode integrar também as dimensões cognitivas, grafo-perceptivas e de desenvolvimento.

 

Na Psicologia Clinica da Criança é necessário estar particularmente atento às manifestações comportamentais pois é através do comportamento que, muitas vezes, as crianças demonstram que não estão a evoluir emocionalmente de uma forma adequada. Assim, birras persistentes, comportamentos de oposição, dificuldades de aprendizagem, concentração, atenção, medos limitativos, dificuldades de socialização ou em lidar com a frustração são, por exemplo, indicadores importantíssimos de que algo pode não estar a correr bem ao nível das várias etapas do desenvolvimento emocional, o que poderá ter consequências bastante negativas na construção de uma personalidade flexível e forte, assim como numa boa auto-estima. Através da relação terapêutica e da ludoterapia a criança retoma o seu desenvolvimento, desbloqueando as questões angustiantes que não está a conseguir ultrapassar e constrói um “aparelho” interno de acalmar e compreender os seus sentimentos, que lhe será extremamente útil ao longo da sua vida.

 

Na Psicologia do Adolescente é frequente surgirem questões ao nível da construção da identidade, inerentes ao processo de crescimento/autonomização característico desta etapa, que muitas vezes provocam sintomas e/ou comportamentos com que quer o adolescente, quer a própria família, podem ter dificuldade em lidar. Estes sintomas podem refletir uma resistência do adolescente em aceitar e integrar as significativas alterações, físicas e emocionais, a que está sujeito nesta importante etapa do desenvolvimento. Um bloqueio ou má adaptação nesta fase, em que os pares assumem uma importância tão relevante, pode levar a comportamentos, escolhas e identificações negativas com sérias consequências futuras.   

 

Na Psicologia do Adulto, para além de sintomas emocionais que dificultam e limitam a vida e o bem estar do mesmo, surgem, muitas vezes, dificuldades ao nível da construção de relações pessoais ou profissionais, as quais podem estar associadas à manutenção/repetição de padrões relacionais pouco eficazes aprendidos anteriormente. Através da “relação terapêutica" abrem-se caminhos não só para se construírem outras formas de relação e comunicação, como para se adquirem formas de transformar/acalmar o modo de sentir e de pensar. Assim, desenvolve-se uma maior tolerância à ansiedade e à frustração e altera-se o modo da pessoa se sentir e se ver a ela própria, melhorando muitas vezes a sua auto-estima e autoconfiança.

 

A articulação da Psicologia Clínica com outras especialidades é essencial, como ocorre na gravidez, puerpério e pós-parto, no apoio à desabituação tabágica, e outras dependências, obesidade ou mesmo na adaptação/acompanhamento de várias doenças físicas difíceis de aceitar ou ultrapassar. A Psicologia Clínica é, portanto, uma especialidade multidisciplinar que se integra com muitas outras, envolvendo todos os aspetos de cada pessoa e, por isso, permitindo melhores resultados.

A Psicologia é um complemento para a Neuroplasticidade

Follow us

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White LinkedIn Icon
  • White YouTube Icon

© 2019 

Created by HPB / HPS